2016-07-20

Espaços públicos e Qualidade de Vida

Sabe aquela linda praça no centro da cidade? Ela é mais importante do que você imagina.

Além de embelezar a cidade e trazer mais verde para o ambiente, os espaços públicos são capazes de criar um novo relacionamento entre o cidadão e o município, de estimular a prática de esportes, o respeito ao meio ambiente e as atividades em família, proporcionando qualidade de vida.

Os espaços gratuitos de lazer, como parques e praças, permitem a aproximação de diversos públicos, a interação entre diferentes realidades e o desenvolvimento de atividades coletivas. Ou seja, fazem parte da formação da sociedade, pois influenciam a sua cultura e o relacionamento entre os cidadãos.

Incentivo à família

Em um mundo que tem cada vez mais estímulos virtuais, a existência de praças, parques e centros históricos certamente faz a diferença no desenvolvimento das famílias. São pais e mães que tiram seus filhos da frente da televisão, do computador ou do celular e os levam para brincar em meio à natureza, para conhecer museus e fazer piqueniques.

Os filhos aprendem a se relacionar com esse ambiente, às vezes passam a praticar esportes nesses locais, melhorando sua compreensão de espaço, de bem público e fugindo de más experiências e más companhias.

Florianópolis

Em Florianópolis, os espaços públicos são essenciais para a manutenção da cidade, pois são atrativos turísticos que movimentam a economia local. O Mercado Público, o Largo da Alfândega, a Praça XV de Novembro, o Trapiche da Beira-Mar Norte, o Parque de Coqueiros, entre tantos outros espaços que constroem a realidade e fazem parte da encantadora Ilha da Magia.

Isso tudo sem mencionar as lindas praias de Floripa, que fazem parte do estilo de vida do manezinho e são o principal atrativo turístico da região.

De todos, para todos

Com tamanha importância para a população, fica clara a necessidade do cuidado com esses diferentes ambientes. É evidente que o poder público tem que se responsabilizar pela manutenção dos espaços públicos, mas ele não é o único responsável. Somos todos nós! Afinal, como o próprio nome já mostra, é um espaço de todos para todos.

Se cada um fizer a sua parte, cuidando do espaço como se fosse o quintal da própria casa e dando a devida importância a ele, a manutenção é melhor, a cobrança por melhorias é mais frequente e, no final das contas, todos saem ganhando! É qualidade de vida gratuita para a sociedade inteira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *