empreender sem recurso

Como empreender sem recursos

Apesar da crise econômica, o empreendedorismo tem deixado de ser uma necessidade da população para se tornar uma opção de vida. O desenvolvimento tecnológico permite que isso seja ainda mais forte, com diversos empreendedores criando aplicativos, sistemas e tecnologias nos mais diferentes setores e com as mais variadas funcionalidades. Mesmo nesses casos, em que o produto é criado a partir de um computador e vendido pela internet, são necessários investimentos para que a proposta possa alcançar escala.

O empreendimento pode começar com capital próprio, empréstimo de familiares e amigos, campanhas de financiamento coletivo e ainda investidores profissionais. Cada opção tem as suas vantagens e desvantagens, e alguns requisitos para obtê-las.

Investimentos estratégicos

Existem muitas boas ideias no mercado, a diferença entre o que dá certo e o que não dá, muitas vezes, é a quantidade de apoio recebida, tanto financeira quanto de suporte estratégico. São nesses casos que os investidores profissionais fazem a maior diferença.

Encontrar o capital é relativamente fácil. Uma simples pesquisa no google com o termo “investidores” seguido do nome da sua cidade, por exemplo, já trará as principais iniciativas de incentivo de organizações próximas.

O difícil é estar preparado para “vender o seu peixe” e conquistar o investimento. Nesse sentido, seja qual for a modalidade de captação de dinheiro, o segmento de atuação ou outros detalhes, a criação de um modelo de negócios faz toda a diferença.

Modelo de negócios

Um dos modelos de negócios mais utilizado atualmente é o Canvas. Com uma segmentação em nove quadros, leitura dinâmica e abordagem completa das principais atividades e relacionamentos da empresa, o Canvas possibilita uma rápida e fácil apresentação aos investidores.

Além disso, também oferece uma visão ampla da empresa, ajudando os empreendedores a construir a ideia do negócio.

A apresentação acontece, normalmente, por meio de um pitch, que é um discurso rápido, estilo conversa de elevador. Ou seja, com dois ou três minutos, já é possível apresentar os principais conceitos do empreendimento.

Regras claras

Em qualquer uma das modalidades escolhidas para buscar recursos adicionais e começar o seu negócio, o importante é definir com muita clareza as regras do jogo, mesmo que o empréstimo venha da família.

Para evitar surpresas, é importante questionar e documentar qual será o valor do investimento? Quando ele será dado? Qual o prazo para retorno? Qual o valor dos juros e como ele será aplicado? Qual a contrapartida: haverá inclusão na sociedade ou não? Se tiver, qual a porcentagem solicitada?

Além disso, também é importante verificar se essa relação vai valer a pena para ambos os lados. Não adianta sair no desespero! Busque as melhores alternativas, pense e defina.
No próximo texto, vamos dar alguns exemplos práticos e mostrar em quais locais é possível buscar investimentos e como.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *